Dieta do Índice Glicêmico

Como funciona a Dieta do Índice Glicêmico?

Dieta do Índice Glicêmico

O índice glicêmico representa a velocidade em que o carboidrato é digerido e transformado em açúcar no sangue. Ao consumir alimentos de alto índice glicêmico, ou seja, que são digeridos mais rapidamente, a quantidade de açúcar no sangue aumenta, sendo necessário liberar maior quantidade de insulina para normalizar a glicemia sanguínea. Essa situação pode sobrecarregar o pâncreas, ocasionando resistência à insulina e até mesmo diabetes.

Quando os níveis de açúcar se elevam excessivamente há maior tendência do organismo armazenar gordura, favorecendo o aumento de peso.

Os alimentos que apresentam carboidrato de digestão lenta, ou seja, liberam açúcar em menor quantidade no sangue, são os de baixo índice glicêmico. Esses alimentos são ricos em fibras, ou seja, nos causam maior saciedade, auxiliando no emagrecimento, já que será necessário ingerir menor quantidade para se sentir satisfeito.  Seguindo essa dieta é possível perder até 4kg por mês.

A dieta do índice glicêmico considera o tipo de alimento ingerido, ou seja, prioriza o consumo de alimentos com baixo índice glicêmico.

 

Alimentos que podem ser consumidos:

Frutas: abacate, ameixa vermelha, carambola, cereja, damasco, figo, goiaba, laranja, maçã, pera, pêssego, tangerina. 

Hortaliças: Abobrinha, acelga, agrião, aipo, alface, alho, almeirão, aspargo, berinjela, bertalha, brócolis, broto de alfafa, broto de bambu, cebola, cebolinha, cenoura, chicória, coentro, cogumelo, couve, couve-flor, espinafre, jiló, maxixe, mostarda, nabo, palmito, pepino, pimentão, quiabo, rabanete, repolho, rúcula, salsa, taioba, tomate e vagem. 

Feijões: Feijão, lentilha, ervilha, soja, grão-de-bico. 

Carnes: cortes magras, sem gordura, peixes e frangos sem pele. 

Leites e derivados desnatados

Oleaginosas: nozes, amendoim e castanhas.

Adoçantes naturais como frutose e stévia.

 

Alimentos que não podem ser consumidos:

Alimentos feitos com farinhas refinadas: macarrão, pão francês, bolos, biscoitos.

Açúcar refinado, mascavo, mel, melado e refrigerantes.

Arroz branco, batata e milho.

Frutas: abacaxi, banana, mamão, manga, melancia, melão, uva passa, caqui, fruta-do-conde, kiwi, morango. 

Adoçantes artificiais: sacarina, ciclamato, aspartame.

Vantagens da Dieta do Índice Glicêmico

É uma dieta variada, que não faz restrições de grupos alimentares. Devido ao consumo de alimentos com baixo índice glicêmico é possível controlar os níveis de glicose sanguínea, ou seja, é uma dieta que pode ser feita por pessoas com diabetes, porém, sempre com o acompanhamento de um nutricionista presencial, que poderá avaliar quais os melhores alimentos.

Desvantagens da Dieta do Índice Glicêmico

Ainda existem controvérsias sobre esse método ser realmente eficaz. Além disso, diversos fatores interferem na resposta glicêmica dos alimentos, de acordo com a procedência do mesmo, como cultivo, processamento, cocção, teor de fibras. Outro ponto é que alguns alimentos apresentam baixo índice glicêmico, porém, tem altas concentrações de gordura, o que pode levar a um excesso calórico.

Dieta do Índice Glicêmico x Dieta e Saúde

  • Aprenderei a me alimentar corretamente?

    Dieta do Índice Glicêmico: É uma dieta variada, mas que exclui o consumo de alimentos de baixo índice glicêmico, o que é um erro, já que esses alimentos também oferecem nutrientes importantes ao nosso corpo e podem fazer parte de uma alimentação saudável, desde que consumidos com moderação.

    Dieta e Saúde: Com o Dieta e Saúde você aprende que consumir todos os tipos de alimentos é essencial para uma boa alimentação. Além disso, você aprende o valor desses alimentos na sua dieta e aprende a balancear as quantidades consumidas.

  • É fácil de seguir?

    Dieta do Índice Glicêmico: Seguir a Dieta do Índice Glicêmico pode ser complicado para quem não conhece o índice glicêmico dos alimentos, podendo gerar dúvidas na escolha dos alimentos corretos.

    Dieta e Saúde: Você aprende de forma mais fácil e natural a controlar sua alimentação, respeitando e adaptando a sua rotina. Sem mudanças radicais e proibições, o que garante um emagrecimento saudável e duradouro. Você reeduca de verdade sua alimentação porque consegue ver seus erros e seus acertos e esse aprendizado é a para a vida toda.

  • O que terei a minha disposição?

    Dieta do Índice Glicêmico: Na Dieta do Índice Glicêmico você terá apenas a lista com os alimentos permitidos e proibidos. Ou seja, você não terá ferramentas para te auxiliar no processo de emagrecimento.

    Dieta e Saúde: Diversas ferramentas que irão auxiliar no seu processo de emagrecimento. Por exemplo, o Contador de Pontos, a Análise Nutricional, a Comunidade e o Suporte Nutricional, assim você acompanha se está emagrecendo do jeito certo, ou seja, com saúde!

  • Farei a dieta sozinho?

    Dieta do Índice Glicêmico: Na Dieta do Índice Glicêmico você faz tudo sozinho, o que torna mais difícil se manter na dieta.

    Dieta e Saúde: Com o Dieta e Saúde você não está sozinho. Somos a maior Comunidade online de emagrecimento do país. Você compartilha experiências, dicas, dificuldades com outras pessoas que têm o mesmo objetivo que você, tornando o processo de emagrecimento motivador.

  • Quem irá me acompanhar?

    Dieta do Índice Glicêmico: Assim como a maioria das dietas da moda, a Dieta do Índice Glicêmico não disponibiliza suporte com especialistas.

    Dieta e Saúde: Nossa Dieta dos Pontos é feita por pessoas para pessoas. Você poderá contar com nosso suporte via chat ou e-mail com especialistas nas áreas de nutrição e atividade física.

  • O que vou comer?

    Dieta do Índice Glicêmico: Você poderá consumir leguminosas, carnes magras, peixes, frangos sem pele, leite e derivados desnatados, castanhas, adoçantes naturais, algumas frutas como abacate, ameixa vermelha, carambola, figo, goiaba, laranja, maçã, pera, pêssego e algumas hortaliças, como acelga, agrião, alface, almeirão, berinjela, brócolis, cenoura, couve, espinafre, jiló, maxixe, mostarda, nabo, palmito, pepino, pimentão, quiabo, rabanete, repolho, rúcula, salsa, taioba, tomate e vagem.

    Dieta e Saúde: Nada de dar adeus aos seus pratos preferidos! Com a Dieta dos Pontos do Dieta e Saude você é quem decide o que vai comer. Por meio dos pontos dos alimentos, você saberá fazer sempre as melhores escolhas.