Dieta do pH

Como funciona a Dieta do pH?

Dieta do pH

A Dieta do pH defende o conceito de que uma alimentação composta por 60% de alimentos alcalinos e 40% de alimentos ácidos auxilia o organismo a eliminar toxinas, diminui a retenção de líquidos e assim favorece a perda de peso.

O termo pH significa potencial de hidrogênio e representa a concentração de íons de um elemento no fluido como o sangue. Para que o organismo funcione de maneira equilibrada, segundo os defensores da dieta é importante que o corpo esteja alcalino, para poder neutralizar os ácidos provenientes das reações, caso contrário podem ocorre interferências no metabolismo, desregulação do apetite, produção de radicais livres, retenção de líquidos, depósito de gorduras, em especial no abdômen e redução da liberação do hormônio da saciedade.

O programa alimentar da dieta recomenda também que seus adeptos evitem consumir bebidas alcóolicas, controlarem seu estresse e manterem o equilíbrio da alimentação para assim evitar o desequilíbrio e promover o aumento de componentes ácidos no organismo.

Os defensores da dieta ressaltam que o pH de um alimento não está relacionado ao seu sabor, uma fruta ácida como o abacaxi por exemplo, pode ajudar o organismo a liberar componentes alcalinos.

Os alimentos apontados pela dieta como ácidos e que devem ser evitados são: café, bebidas alcoólicas, refrigerantes, sal, açúcar, carnes, peixes, leite e derivados (queijo, creme de leite, iogurte, requeijão), farinhas e pães, ovos, doces, óleos, mel, geleias, chocolate, adoçantes e alimentos industrializados, diet e light. Já alguns exemplos de alimentos alcalinos listados pela dieta são: abacaxi, lentilha, cebola, brócolis, lima, melão, nectarina, couve, alho, castanhas, maçã, espinafre, produtos integrais, azeite de oliva, abóbora, beterraba, alface, abobrinha, batata doce, figo, mamão, kiwi, amoras, pera.

Vantagens da Dieta do pH

A dieta não restringe o consumo de grupos alimentares e estimula o consumo de alimentos integrais e frutas, legumes e verduras, importantes fontes de fibras, vitaminas e minerais. Ao recomendar a exclusão de alimentos industrializados do cardápio a dieta contribui para evitar o consumo excessivo de sódio, corantes e conservantes geralmente encontrados nestes alimentos, e relacionados ao desenvolvimento de doenças.

Desvantagens da Dieta do pH

Ao afirmar que carnes, ovos e produtos lácteos tem efeito ácido e, portanto devem ser consumidos com moderação, a dieta desestimula o consumo destes alimentos e pode comprometer a ingestão de nutrientes essenciais acarretando em deficiências nutricionais. O grupo de carnes e ovos é a principal fonte de proteínas e minerais como ferro, zinco e vitaminas do complexo B, da mesma forma ao limitar o consumo de leite e derivados a dieta prejudica a ingestão de cálcio, mineral fundamental para a saúde dos ossos.

O acompanhamento de um profissional nutricionista durante o período de aplicação da dieta é a melhor forma de evitar as carências nutricionais, afinal o nutricionista é o profissional mais capacitado para adequar os conceitos da dieta à alimentação, e garantir o atendimento das necessidades de cada individuo.

Excluir alimentos com alto teor de gordura como fast food, doces, refrigerantes, bebidas alcóolicas e produtos industrializados já contribui para perda de peso, o que não necessariamente está associado ao pH do alimento como defendido pela dieta.

Dieta do pH x Dieta e Saúde

  • Aprenderei a me alimentar corretamente?

    Dieta do pH: O princípio dessa dieta não transmite informações necessárias para a adoção de hábitos alimentares saudáveis. Nesta dieta você restringe o consumo de alimentos apontados como ácidos, portanto não conhece os princípios de alimentação equilibrada e de qualidade nutricional.

    Dieta e Saúde: Com o Dieta e Saúde você aprende que consumir todos os tipos de alimentos é essencial para uma boa alimentação. Além disso, você aprende o valor desses alimentos na sua dieta e aprende a balancear as quantidades consumidas.

  • É fácil de seguir?

    Dieta do pH: Para seguir a Dieta do pH é essencial que tenha sempre em mente a lista de alimentos considerados ácidos e alcalinos. Não esqueça que se algum alimento que gosta estiver na lista você terá que excluí-lo. Mudanças como essa em sua rotina pode dificultar o acompanhamento da dieta e te deixar desmotivado e irritado com as regras. Vale a pena mudar toda sua rotina por conta de uma dieta?

    Dieta e Saúde: Você aprende de forma mais fácil e natural a controlar sua alimentação, respeitando e adaptando a sua rotina. Sem mudanças radicais e proibições, o que garante um emagrecimento saudável e duradouro. Você reeduca de verdade sua alimentação porque consegue ver seus erros e seus acertos e esse aprendizado é a para a vida toda.

  • O que terei a minha disposição?

    Dieta do pH: Na Dieta do pH você conta com explicações disponíveis na internet ou em livros, muitas vezes imprecisas e confusas sobre a forma de seguir dieta. Ou seja, não tem ferramentas para te auxiliar no processo de elaboração de seus cardápios e não consegue avaliar seu processo de emagrecimento.

    Dieta e Saúde: Diversas ferramentas que irão auxiliar no seu processo de emagrecimento. Por exemplo, o Contador de Pontos, a Análise Nutricional, a Comunidade e o Suporte Nutricional, assim você acompanha se está emagrecendo do jeito certo, ou seja, com saúde!.

  • Farei a dieta sozinho?

    Dieta do pH: Geralmente como acontece com as demais dietas da moda, ao realizar a Dieta do pH você faz tudo sozinho, carrega a lista de alimentos proibidos e liberados e cria seus cardápios.

    Dieta e Saúde: Com o Dieta e Saúde você não está sozinho. Somos a maior Comunidade online de emagrecimento do país. Você compartilha experiências, dicas, dificuldades com outras pessoas que têm o mesmo objetivo que você, tornando o processo de emagrecimento motivador.

  • Quem irá me acompanhar?

    Dieta do pH: Normalmente você segue a Dieta do pH sem acompanhamento de nutricionista ou médico. Sem esse suporte você fica exposto a possiveis carências nutricionais, geralmente associadas a restrições alimentares como as propostas por essa dieta. Vale lembrar que você também não conta com apoio para esclarecimento de duvidas.

    Dieta e Saúde: Nossa Dieta dos Pontos é feita por pessoas para pessoas. Você poderá contar com nosso suporte via chat ou e-mail com especialistas nas áreas de nutrição e atividade física.

  • O que vou comer?

    Dieta do pH: Na Dieta do pH você evite alimentos ácidos como café, refrigerante, carnes, peixes, ovos, lácteos, fontes de carboidratos (ex. pães, farinhas, biscoitos, etc), açúcares e doces, adoçante e produtos industrializados. E consome frutas, legumes, verduras, leguminosas, azeite e castanhas.

    Dieta e Saúde: Nada de dar adeus aos seus pratos preferidos! Com a Dieta dos Pontos do Dieta e Saude você é quem decide o que vai comer. Por meio dos pontos dos alimentos, você saberá fazer sempre as melhores escolhas.