Dieta dos 17 dias

Como funciona a Dieta dos 17 dias?

Dieta dos 17 dias

A Dieta dos 17 Dias foi criada pelo médico norte-americano Mike Moreno e divulgada em seu livro do mesmo nome. O conceito principal da dieta é não permitir que o metabolismo se adapte as calorias consumidas, por isso a dieta é dividida em 4 Ciclos de 17 dias cada, nos quais a quantidade de calorias e alimentos ingeridos mudam. Dr. Moreno estimula também o consumo de fibras e de alimentos com alegações de acelerarem o metabolismo, conhecidos como termogênicos.

Os 17 dias de cada ciclo são considerados pelo autor da dieta como o tempo ideal para que ocorra a adaptação e adoção dos novos hábitos alimentares.

No inicio do programa o foco são os carboidratos que devem ser provenientes de frutas, legumes e verduras, e consumidos associados a carnes magras e gorduras boas. A quantidade desses alimentos também deve ser modificada em cada ciclo, para assim estimular o metabolismo a queimar calorias.

A prática diária de atividade física aeróbica é outra recomendação do autor da Dieta para potencializar a perda de peso, contudo nos dois primeiros ciclos em que os carboidratos estão reduzidos, a duração dos exercícios não deve exceder 17 minutos. Já nos ciclos seguintes a duração pode ultrapassar 45 minutos diários no mínimo, pois a quantidade de carboidratos da dieta aumenta.

Segundo a Dieta dos 17 dias, é possível passar para a fase de manutenção a qualquer momento em que se atinja o peso desejado. Não sendo necessário que as demais etapas sejam cumpridas..

As fases da Dieta dos 17 dias são:

Ciclo 1 - Acelerar: O objetivo dessa primeira fase é promover o emagrecimento rápido melhorando a saúde digestiva, eliminando o açúcar do sangue para estimular a queima de calorias e assim evitar o armazenamento de gordura.Nesse ciclo é permitido o consumo de carnes magras (peixes, peru e frango sem pele), clara de ovos e verduras e legumes. O consumo de lácteos e gorduras boas deve ser moderado, já o de massas, arroz, doces e bebidas alcoólicas, excluídos.

 

Ciclo 2 - Ativar: Nessa fase o consumo calórico sofre oscilações, ora aumentando ora diminuindo, para que seja promovida a queima de gorduras e evitada a estagnação do peso. Além dos alimentos permitidos e excluídos no ciclo anterior são adicionados ao cardápio neste ciclo: cereais, leguminosas (feijão, lentilha, grão de bico), tubérculos (batata, mandioca, inhame, etc), frutas de baixo índice glicêmico e probióticos.

 

Ciclo 3 - Conquistar: No 34º (trigésimo quarto) dia da dieta a meta é consolidar bons hábitos alimentares com o controle das quantidades consumidas, estabelecer  horários regulares para a alimentação e  retomar o consumo de determinados alimentos. A redução da vontade de consumir guloseimas e a melhora do humor também são esperados nessa etapa. Para otimizar a perda de peso, o consumo de carboidratos não deve ocorrer após às 14 horas do dia.

 

Ciclo 4 - Manter: A manutenção do peso prometida pelo método da Dieta dos 17 dias está baseada no ciclo estratégico de, aos finais de semana, consumir os alimentos favoritos, e provavelmente mais calóricos, voltando a adotar o cardápio das fases anteriores no restante da semana. Dessa forma o autor afirma que é possível manter o metabolismo acelerado oscilando as calorias consumidas. A manutenção da prática de atividade física também é uma recomendação.

Vantagens da Dieta dos 17 dias

O cardápio da dieta é rico em frutas, legumes e verduras, além de alimentos proteicos com teor reduzido de gorduras, como leite desnatado, queijo branco, carnes magras e leguminosas. Todos estes alimentos devem fazer parte de uma alimentação saudável.

Desvantagens da Dieta dos 17 dias

A restrição de carboidratos a partir da exclusão de pães, biscoitos, macarrão, arroz entre outros, em especial nos primeiros dias da dieta podem ocasionar fraqueza, tonturas, dores de cabeça, cansaço, mau humor e indisposição entre os seguidores da Dieta dos 17 dias, pois, os carboidratos são as principais fontes de energia do corpo.

Praticar atividade física, como é recomendado pela dieta, em momentos de restrição de carboidratos pode representar um grande risco à saúde, afinal durante o exercício físico o corpo utiliza esse nutriente para obter energia.

Não há estudos científicos que comprovem que oscilar o consumo de calorias, consumindo grande quantidade calórica em um momento e compensando nos demais auxilia a acelerar o metabolismo.

Para consumir alimentos mais calóricos, por exemplo, aos finais de semana, é preciso que os adeptos de uma dieta precisam ter compreendido os princípios de uma rotina alimentar saudável. Esse conhecimento é geralmente obtido por meio de uma Reeducação Alimentar, o que não necessariamente acontecerá em 17 dias como proposto pelo Dr. Moreno.

Dieta dos 17 dias x Dieta e Saúde

  • Aprenderei a me alimentar corretamente?

    Dieta dos 17 dias: A rotina alimentar desta dieta oscila entre restrições e excessos. Ora o consumo de calorias é alto, ora é reduzido drasticamente com a exclusão de carboidratos. Com essa dieta você não aprende a se alimentar uma vez que não há equilíbrio nas escolhas alimentares.

    Dieta e Saúde: Com o Dieta e Saúde você aprende que consumir todos os tipos de alimentos é essencial para uma boa alimentação. Além disso, você aprende o valor desses alimentos na sua dieta e aprende a balancear as quantidades consumidas.

  • É fácil de seguir?

    Dieta dos 17 dias: A Dieta dos 17 dias é outro exemplo de dieta restritiva. Para segui-la é preciso alterar drasticamente sua rotina, o que inclui deixar de lado alimentos de sua preferência e mudanças radicais como as propostas por essa dieta, podem se tornar um transtorno em seu dia-a-dia e dificultar a adesão à dieta. Você está realmente pronto para uma vida de restrições alimentares?

    Dieta e Saúde: Você aprende de forma mais fácil e natural a controlar sua alimentação, respeitando e adaptando a sua rotina. Sem mudanças radicais e proibições, o que garante um emagrecimento saudável e duradouro. Você reeduca de verdade sua alimentação porque consegue ver seus erros e seus acertos e esse aprendizado é a para a vida toda

  • O que terei a minha disposição?

    Dieta dos 17 dias: Como na maioria das dietas restritivas, na Dieta dos 17 Dias, você terá uma lista de regras para cada ciclo da dieta, além das orientações descritas no livro. Você não tem ferramentas para te auxiliar no processo do emagrecimento e não consegue avaliar se está perdendo peso da maneira correta sem comprometer sua saúde.

    Dieta e Saúde: Diversas ferramentas que irão auxiliar no seu processo de emagrecimento. Por exemplo, o Contador de Pontos, a Análise Nutricional, a Comunidade e o Suporte Nutricional, assim você acompanha se está emagrecendo do jeito certo, ou seja, com saúde!

  • Farei a dieta sozinho?

    Dieta dos 17 dias: Para seguir a Dieta dos 17 Dias você precisa apenas seguir as orientações do livro, você é o único responsável pelas escolhas de alimentos e escolha de seu cardápio.

    Dieta e Saúde: No Dieta e Saúde você tem a liberdade para montar os cardápios ou então pode utilizar os recomendados para você diariamente. Aqui você não está sozinho, pois, somos a maior Comunidade online de emagrecimento do país. Compartilhe experiências, dicas e dificuldades com outras pessoas que têm o mesmo objetivo que você.

  • Quem irá me acompanhar?

    Dieta dos 17 dias: Como algumas dietas da moda, a Dieta dos 17 Dias foi criada por um médico. Entretanto, é normalmente feita sem qualquer acompanhamento profissional para tirar suas dúvidas e oferecer orientação.

    Dieta e Saúde: Nossa Dieta dos Pontos é feita por pessoas para pessoas. Você poderá contar com nosso suporte via chat ou e-mail com especialistas nas áreas de nutrição e atividade física.

  • O que vou comer?

    Dieta dos 17 dias: Nesta dieta você consome frutas, legumes e verduras, leguminosas e proteínas magras, porém durante alguns ciclos da dieta os carboidratos como massas, doces e pães são restritos.

    Dieta e Saúde: Nada de dar adeus aos seus pratos preferidos! Com a Dieta dos Pontos do Dieta e Saude você é quem decide o que vai comer. Por meio dos pontos dos alimentos, você saberá fazer sempre as melhores escolhas.