Macarrão cabe na dieta!

Confira 6 dicas de como incluir a massa no cardápio.

tamanho da letra - +

Publicado em 20/08/2014

Apesar de ser apontado como vilão do emagrecimento, o macarrão não é tão calórico assim. Uma xícara de macarrão integral cozido tem apenas 139 calorias, menos que uma xícara de arroz integral cozido, que tem 173 calorias. Sendo assim, fazendo as escolhas certas, o macarrão também pode fazer parte do cardápio de quem quer emagrecer!

Confira 6 dicas para uma macarronada mais saudável:

- Prefira o integral: embora a diferença calórica entre o macarrão branco para o integral não seja grande, é melhor optar pela versão integral, já que o trigo mantém a casca, onde está concentrada a maior quantidade de fibras, que ajuda a manter a saciedade, colabora para o bom funcionamento do intestino, além de auxiliar no controle dos níveis de glicose e colesterol sanguíneo;

- Mais volume com menos pontos: combinar a massa com verduras e legumes (espinafre, abobrinha, berinjela, brócolis, tomate) é bem interessante, pois esses alimentos possuem poucas calorias, e irão deixar seu prato mais nutritivo sem aumentar a quantidade calórica da preparação. Além do mais, verduras e legumes são fontes de vitaminas, minerais e fibras ? nutrientes essenciais para a saúde;

- Cuidado com o molho: o molho é essencial para agregar sabor a preparação. No entanto, preste atenção aos ingredientes que o compõe. Cuidado com molhos branco, quatro queijos, alho e óleo, e à bolonhesa. Lembre-se: quanto mais ingredientes tiver seu molho, maior será a possibilidade de aumentar o valor calórico, por isso, a melhor escolha é o tradicional molho de tomate;



- Prefira as massas sem recheio: ao invés do capelete, conchiglione, lasanha ou rondele, prefira uma massa simples, sem recheio, como penne, espaguete ou fettucine.  Mas, se a vontade pela massa recheada for irresistível, prefira combiná-la com um molho de tomate em troca de molhos mais calóricos, como branco ou quatro queijos;

- Refeição completa: para deixar o prato completo, acrescente uma fonte de proteína magra à massa. Frango desfiado, filé de frango grelhado, carne cozida picada em cubos, atum ralado, iscas de salmão, queijos brancos ou ovos são ótimos opções;

- Moderação no queijo ralado: o queijo parmesão ralado é um item que não pode faltar na macarronada, certo? Mas, tenha muita moderação na quantidade utilizada, já que esse queijo possui elevados teores de gorduras e sódio. Experimente substituí-lo por um pedaço de ricota ou mussarela light ralada, você pode se surpreender com esse novo sabor! 

Com pequenas mudanças, você não precisará abrir mão da macarronada de domingo!

Equipe Nutricional Dieta e Saúde