Exercícios em praças e parques.

Conheça essa nova tendência.

tamanho da letra - +

Publicado em 18/10/2012

É crescente o número de praças e parques com aparelhos e equipamentos que desejam promover a prática esportiva. No entanto, devemos lembrar que muitos fatores são importantes para que uma pessoa se exercite de forma correta, segura, eficiente e assim, consiga ter benefícios com a prática esportiva.


Em primeiro lugar, antes de iniciar qualquer tipo de exercício, a pessoa deve passar por uma avaliação física feita por um médico especialista em medicina esportiva e realizar testes, como o ergométrico. Isso deve ser feito, até mesmo antes de iniciar a caminhada, que é a atividade mais natural de todas.


Também é indispensável levar em conta as diferenças individuais, tais como: nível de condicionamento, limitações, problemas físicos (ósseos, articulares, ligamentares, musculares), problemas de saúde, objetivos do treino, entre outros fatores.


É muito importante que a pessoa saiba o que está fazendo e se está fazendo o exercício de forma correta e segura para não se machucar. É comum, pessoas que chegam a estas praças observam o que outra pessoa está fazendo e depois tentam copiar o movimento. Muitas vezes não sabem o que estão fazendo e copiam o movimento de forma errada, principalmente se a outra pessoa também o fez de forma errada.


Um dos aparelhos mais concorridos é o simulador de caminhada, porém, esse equipamento não é recomendado para todos. Há restrições para pessoas com problemas no quadril e pernas, além de ser um equipamento perigoso para o idoso, pois exige equilíbrio para entrar e sair no aparelho e também para se manter nele. Uma queda pode causar uma grave lesão no quadril, joelho, tornozelo ou mesmo na coluna.


Para melhor aproveitamento dos equipamentos, o ideal é que existissem nessas praças, educadores físicos que poderiam realizar um questionário com os frequentadores, montar um programa de treino adequado a cada um, seguindo uma programação visando o objetivo, limitação e necessidade de cada pessoa.




Escrito por:

Valéria Alvim
Personal trainer Dieta e Saúde